Rafael Ribeiro / vasco.com.br
Rafael Ribeiro / vasco.com.br

Regularizado e perto de estreia, Maxi López quer ajudar o Vasco até na defesa

Atacante elogia São Paulo, próximo adversário do time carioca no Brasileirão

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2018 | 13h10

Contratado no início de julho após temporadas consecutivas atuando no futebol italiano, o atacante argentino Maxi López está muito perto de fazer a sua estreia no Vasco. O jogador teve a sua situação contratual regularizada junto à CBF na terça-feira e agora depende apenas do recondicionamento físico para se tornar opção para o treinador Jorginho, o que deve ser logo.

Maxi López cumpriu mais uma etapa de sua preparação e trabalhou pela primeira vez com o grupo na terça-feira, demonstrando estar cada dia mais próximo de fazer sua estreia. "Estou contente com a regularização. Venho treinando há duas semanas porque na Europa estava no período de férias. Precisava dessa preparação, mas essa semana vai servir para eu conhecer os companheiros e treinar com eles. Eu sou um cara que conheço bem o meu corpo e estou me sentindo muito bem. Isso é importante para mim", declarou.

Ainda não se sabe se o argentino será relacionado por Jorginho para a partida contra o São Paulo, neste domingo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas Maxi López já projeta estar em campo ou, ao menos, no banco de reservas.

"Eu já joguei muitas vezes contra o São Paulo e sei que é um time que está num bom momento, que está jogando bem. Sobre o tempo de utilização, quem vai decidir é o treinador. Estou buscando ficar pronto para jogar a partida inteira, mas temos uma sequência de jogos importantes pela frente, como a Sul-Americana. Vamos tentar ir lá no Morumbi para conquistar os três pontos", disse.

Em virtude do número alto de gols sofridos, o Vasco tem visto a capacidade de seu sistema defensivo ser bastante questionada ao longo de toda a temporada. Embora tenha vindo para aumentar o poder de ataque, Maxi López espera contribuir para a evolução do time também nesse quesito. Para o jogador, a solidez da retaguarda começa a ser construída com uma boa marcação lá na frente.

"O primeiro defensor do time é o atacante. Temos que procurar fazer um bom trabalho em equipe. A defesa começa lá em cima e vamos ter a semana inteira para trabalhar na correção dos erros que apresentamos contra o Corinthians. Esse time aqui tem muito potencial, com inúmeros jogadores jovens que precisam crescer e maturar, mas cheguei aqui para ajudar nisso. Vou tentar também fazer minha parte e ajudar lá na frente para que o Vasco consiga subir na classificação no Brasileiro", concluiu o argentino.

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco Maxi López

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.