Rei do futebol, Pelé completa 73 anos nesta quarta-feira

Talento do eterno craque já rendeu várias homenagens ao redor do mundo

O Estado de S. Paulo

23 de outubro de 2013 | 08h05

SÃO PAULO - Notoriamente conhecido como um dos maiores - senão o maior - jogador de futebol da história, Pelé completa, nesta quarta-feira, 73 anos de vida. Longe dos gramados desde 1977, quando promoveu uma partida de despedida entre o New York Cosmos e o Santos, o Rei contabiliza 1283 gols em partidas oficiais e não-oficiais e uma enorme saudade por parte dos privilegiados que puderam acompanhar suas 'mágicas' dentro das quatro linhas.

Seu talento rendeu todo tipo de homenagem ao redor do mundo. Em 2007, a Fifa o premiou, enfim, com a medalha da Copa de 1962. Naquela Copa, Pelé se machucou na segunda partida e disputou apenas o primeiro jogo, sendo substituído por Garrincha. Pelé também é o único brasileiro que já recebeu uma honraria do Reino Unido no Palácio de Buckingham.

Com 73 anos e ainda em boa forma física, o Rei continua explorando sua fama para lançar produtos baseados em sua carreira. A mais recente empreitada do eterno craque é o lançamento de um novo livro sobre sua história. Preenchido com 1283 textos e 500 imagens distribuídos em 500 páginas, "1283" faz alusão à quantidade de gols marcados por Pelé. Impresso na Itália e com acabamento artesanal, o livro terá apenas 50 cópias comercializadas no Brasil, cada uma pela 'bagatela' de R$ 5.500.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPeléRei do Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.