Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Reinaldo e Biro Biro têm lesões confirmadas e preocupam o São Paulo

Lateral e atacante sofrem contusões durante o empate com o Red Bull e podem desfalcar o time nas próximas partidas

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2019 | 17h08

O técnico interino do São Paulo, Vagner Mancini, passou a ter mais duas preocupações para a sequência da temporada. O lateral-esquerdo Reinaldo e o atacante Biro Biro tiveram detectadas nesta segunda-feira lesões musculares, que ampliam a lista de baixas no elenco do clube.

Ambos os jogadores precisaram deixar mais cedo o empate sem gols com Red Bull Brasil, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Biro Biro havia entrado já no segundo tempo, mas precisou sair devido ao problema físico, permanecendo poucos minutos em campo.

Exame de ressonância magnética confirmou a mesma lesão em ambos os atletas: um estiramento no músculo reto femoral da coxa. Reinaldo sofreu o problema na perna esquerda, enquanto o atacante se machucou na direita.

De acordo com o departamento médico do clube, as lesões não são graves e não devem afastar a dupla do time por muito tempo. Mas não há informações sobre o tempo de recuperação previsto e nem sobre a eventual chance de ambos entraram em campo no fim de semana, no duelo contra o Bragantino, no dia 3 de março, fora de casa, novamente pelo Estadual.

Apesar do dia de folga do elenco, Reinaldo e Biro Biro se apresentaram ao clube para darem início ao tratamento fisioterápico no REFFIS. Eles vão trabalhar em período integral pelos próximos dias até retomarem a forma física.

Com as lesões confirmadas, o São Paulo aumenta a lista de baixas no elenco. Já estavam machucados Hernanes, Willian Farias, Everton, Hudson, Liziero, Araruna e Brenner. Já Gonzalo Carneiro é baixa certa para a próxima rodada do Paulistão porque foi expulso ainda no primeiro tempo contra o Red Bull Brasil.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.