'Reincidente', volante Banega perde Ferrari em incêndio

O volante Ever Banega, do Valencia, envolveu-se pela segunda vez em um acidente automobilístico em cinco meses. A Ferrari 458 que o argentino dirigia nesta segunda-feira a caminho do centro de treinamento do clube espanhol pegou fogo e ficou totalmente destruída. O jogador saiu ileso do acidente.

AE, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 16h45

Segundo a assessoria de imprensa do Valencia, Banega percebeu pelo espelho retrovisor um princípio de incêndio na Ferrari quando estava numa estrada na cidade de Paterna, próxima à Valência. O argentino encostou o veículo perto de arbustos à margem da via, saiu rapidamente e ligou para os dirigentes do clube para avisar o que havia acontecido.

Em fevereiro deste ano, o mesmo Banega, de 23 anos, sofreu um acidente que o afastou do restante da temporada. Ele se esqueceu de puxar o freio de mão de seu carro quando parou em um posto de gasolina e foi atropelado pelo veículo, que passou por cima de sua perna esquerda. O jogador precisou passar por uma cirurgia para corrigir uma fratura na tíbia.

Banega recuperou-se recentemente dessa contusão e participa normalmente da pré-temporada do Valência, apesar de ter perdido a posição de titular no meio-de-campo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolValênciaEver Banega

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.