Relator e Eurico entram em guerra

O relator da CPI do Futebol senador Geraldo Althoff prometeu fazer na terça-feira uma representação contra o deputado Eurico Miranda, que ameaçou "encher de porrada" um dos assessores da comissão. Segundo o deputado e dirigente, o assessor "buzina no ouvido do relator as perguntas que são feitas aos depoentes".Eurico Miranda também não se conforma com a maneira com que a CPI do Futebol tratou o ex-presidente do Vasco, Antonio Soares Calçada, na semana passada. "Eles praticamente trucidaram uma pessoa com relevantes trabalhos prestados a este país por mais de 60 anos", afirmou o atual presidente do Vasco. Calçada foi presidente do Vasco de 1983 a 2000.Para o senador Geraldo Althoff, "o deputado Eurico Miranda é a única pessoa que está fazendo essa referência com relação ao nosso comportamento". Althoff disse que a CPI "não pretende abandonar a prerrogativa investigativa", e completou: "quem mais deve é quem mais sofre com o nosso tipo de questionamento".O deputado Eurico Miranda também criticou Geraldo Althoff, a quem negou representatividade para questioná-lo: "Enquanto eu fui eleito pela população ele entrou como suplente sem ter recebido nenhum voto". O senador catarinense - que assumiu a vaga deixada por Vilson Kleinübing morto em 23 de outubro de 1998 - limitou-se a afirmar que a "Constituição prevê a figura do suplente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.