Relatório da CPI sai até 23 de maio

Os deputados que integram a CPI da CBF/Nike devem receber a primeira versão do relatório dos trabalhos da comissão até o dia 23 de maio. A expectativa é do relator da CPI, deputado Silvio Torres (PSDB-SP), que considera "um prazo razoável", já que os trabalhos da comissão terminam no dia 30. "Muitos documentos ainda não chegaram a CPI", lembrou Torres, "principalmente documentos do empréstimo feito pela CBF, junto ao Delta Bank".Outra pendência, diz o relator da CPI, são os depoimentos na comissão que tiveram de ser adiados. Enquanto o representante do Delta Bank no Brasil, George Philip de Brito, pediu adiantamento do seu comparecimento na comissão, alegando motivos de saúde, a diligência nas federações só foi confirmada na quinta-feira. Na quinta-feira, dia 3, a comissão iniciará a parte final dos depoimentos, quando realizará audiência pública com técnicos de futebol. Foram convidados Emerson Leão, Antônio Lopes, Luís Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira. Na pauta dos debates estão a profissão do técnico de futebol e os salários. A CPI também quer ouvir a opinião dos treinadores sobre projeto de lei aprovado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal, que autoriza jogadores de futebol com mais de cinco anos de carreira a exercerem a profissão de técnico de futebol sem a necessidade de diploma universitário de Educação Física.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.