Remédio com substância proibida tira Dagoberto de jogo

O São Paulo ganhou um desfalque inesperado para sua próxima partida no Campeonato Brasileiro. Para tratar de uma gripe que até o afastou de um treino no início da semana, Dagoberto decidiu tomar um remédio por conta própria. O problema é que a medicação contém uma substância dopante e, por precaução, o atacante foi retirado do jogo contra o Ceará, domingo, em Fortaleza.

PAULO FAVERO, Agência Estado

22 de outubro de 2010 | 12h08

"O Dagoberto nos comunicou do medicamento, até porque achou que não tinha problema, e por isso é bastante razoável que ele não jogue, até por precaução. Foi um descuido, eles são bem orientados sobre isso, mas é aquela coisa: está em casa, não quer incomodar, se sente mal e alguém indica: toma isso", explicou José Sanchez, médico do São Paulo.

Sem Dagoberto, Fernandão é o mais cotado para assumir a vaga no ataque do São Paulo. O camisa 15 pode ser o parceiro de Ricardo Oliveira no setor ofensivo contra o Ceará. Carpegiani também pode optar por adiantar Fernandinho e utilizar Fernandão como meia-atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.