Érico Leonan/sãopaulofc.NET
Érico Leonan/sãopaulofc.NET

Remendado e refém de calendário, São Paulo recorre a mistão contra o Flamengo no Rio

Em meio às partidas do Brasileiro, time encara o Vasco duas vezes pela Copa do Brasil e no dia 11 pega o Palmeiras pelas quartas da Libertadores,

Redação, O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2021 | 05h00

Os seguidos problemas de contusões e a maratona de jogos que aguarda o São Paulo nas próximas duas semanas são os grandes desafios do técnico Hernán Crespo para escalar o time que enfrenta o Flamengo neste domingo, às 16h, no Maracanã, pela 13ª rodada do Brasileiro. Apesar da necessidade urgente de vitória para sair das últimas colocações no Nacional, o treinador argentino deve colocar em campo um time misto a fim de dar um respiro para o elenco que, também terá nas próximas semanas, os dois confrontos pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Apóss do jogo deste domingo, a sequência apresenta o Vasco na quarta-feira no Morumbi pelo torneio eliminatório e depois o clássico diante do Palmeiras novamente em casa, no sábado que vem (31.07), pelo Brasileiro. No dia 4 de agosto, a equipe paulista volta a enfrentar o Vasco no Rio pelo jogo de volta da Copa do Brasil e no domingo seguinte (08.08), vira a chave para jogar contra o Athletico-PR em Curitiba. E o descanso não termina, já que, no dia 11, a equipe de novo enfrenta o Palmeiras, mas pela partida de ida das quartas de final da Libertadores.

 Na atividade realizada após a partida contra o Racing, Crespo utilizou várias formações e não definiu a equipe titular. O argentino, na verdade, depende de uma conversa com o departamento médico para saber com quem poderá contar. Além disso, alguns atletas estão no limite e preservá-los pode ser uma estratégia que o comandante deve apostar.

“Temos que analisar o elenco e ver quem está em melhores condições para a partida. Não podemos estourar os atletas. Infelizmente esse problema de calendário de jogos acaba afetando o trabalho das equipes que estão em várias competições”, afirmou Crespo seguida vezes este ano em crítica aberta à sequência de jogos.

O atacante Luciano, por exemplo, deve seguir fora. Apesar de já estar fazendo atividades no campo, ele não vem treinando com bola. Outro jogador importante que está desgastado é Miranda. Com 37 anos, o atleta deve ser poupado pela comissão técnica. Diego Costa é o candidato natural a assumir o posto no Maracanã.  Com Léo suspenso pelo terceiro amarelo, Crespo terá Bruno Alves ao lado de Arboleda. No meio, Benitez também é outra possível ausência. O garoto Igor Gomes compõe o setor.

Na frente, a dúvida é saber quem deverá ser o companheiro do garoto Marquinhos, de 18 anos, no ataque. Destaque na vitória sobre o Racing, ele deve ter mais chances no time de cima. Vítor Bueno e Rigoni brigam pela outra vaga.

Com 11 pontos em 12 partidas, o São Paulo vem de derrota em casa para o Fortaleza. Com apenas duas vitórias, o time fez só oito gols na competição. E essa fragilidade ofensiva preocupa o treinador. A seu favor, no entanto,  o time do Morumbi tem uma escrita que pretende manter diante do Flamengo.

Em 2020, o São Paulo venceu os quatro embates da temporada. O último realizado no Rio, pelo Campeonato Brasileiro, terminou em goleada tricolor de 4 a 1.

Já os cariocas vêm embalados ainda pelo efeito Renato Gaúcho. Sob o comando do novo treinador, o Flamengo venceu seus três jogos, garantiu a classificação para as quartas de final da Libertadores e agora busca uma aproximação ao pelotão do G-4.

Com 18 pontos, mas duas partidas a menos em relação maioria dos rivais, estuda manter a base da equipe que venceu o Defensa Y Justicia por 4 a 1 em Brasília. Bruno Henrique e Everton Ribeiro, que foram substituídos no final do jogo em Brasília, podem ser poupados. Michael e Vitinho são os candidatos à vaga. Filipe Luís também pode ganhar um descanso. Nesse caso, a opção é a entrada de Renê na lateral-esquerda.  

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO x SÃO PAULO

FLAMENGO - Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Diego, Everton Ribeiro (Vitinho) e Arrascaeta; Bruno Henrique (Michael) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Arboleda, Miranda (Diego Costa) e Bruno Alves; Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor, Igor Gomes (Benitez) e Reinaldo; Rigoni (Vitor Bueno) e Marquinhos. Técnico: Hernán Crespo.

ÁRBITRO – Felipe Fernandes de Lima (MG).

HORÁRIO - 16h.

LOCAL - Estádio Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.