Remo humilha Mogi Mirim em Belém

Jogando um futebol irreconhecível, o Mogi Mirim foi presa fácil para o Remo na tarde deste sábado, em Belém. Jogando no Estádio Baenão, os paraenses golearam por 6 a 0 e chegaram aos 18 pontos, mantendo-se entre os primeiros do Campeonato Brasileiro da Série B. O Mogi segue com 11 pontos e, com a má campanha, o técnico Luís Carlos Winck pode ser demitido a qualquer momento. O destaque do jogo foi o meia Rogério Belém, que marcou os três primeiros gols do jogo em 18 minutos e abriu as portas para a goleada. E foi dele também o gol mais rápido da competição. Aos 19 segundos, o ex-jogador do Juventus aproveitou um cruzamento para abrir o placar. O gol intimidou o time do Mogi e o domínio ficou com o Remo. Aos dez minutos, o time do técnico Givanildo de Oliveira ampliou o marcador em jogada idêntica ao primeiro gol. O terceiro não demorou a sair, mais uma vez com Belém. Ainda dava tempo para mais um. Cristiano, aos 39, aproveitou falha do goleiro Marcelo Galvão para fazer o quarto. No segundo tempo, o Remo continuou pressionando e ampliou aos quatro minutos, com o lateral Valdemir e fechou a goleada aos 25, com Waldomiro. Ficha Técnica: Remo: Gilberto; Valdemir, Augusto, Sérgio e Djalma Santos; Marcelo Augusto (Chicão), Márcio Belém, Rogério Belém (Jailson) e Gian; Cristiano (Ciro) e Waldomiro. Técnico: Givanildo Oliveira. Mogi Mirim: Marcelo Galvão; Chicão, Joel e Fabrício Cunha; Joilson, Goiano, Maninho (Marcelo Xavier), Neto (Renato) e Alessandro (Leandro); Sandro Silva e Clóvis. Técnico: Luís Carlos Winck. Gols: Rogério Belém aos 19 segundos, aos 10 e aos 19 e Cristiano aos 39 minutos do primeiro tempo; Valdemir aos 4 e Waldomiro aos 25 minutos do segundo tempo. Árbitro: Orlando Carlos Magno dos Santos (AP). Cartão amarelo: Sérgio, Gian, Joel, Sandro Silva, Alessandro, Joilson, Goiano e Renato. Local: Estádio Evandro Almeida, em Belém.

Agencia Estado,

05 de julho de 2003 | 18h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.