Twitter/Clube do Remo
Twitter/Clube do Remo

Remo vai denunciar caso de injúria racial à CBF; Cruzeiro se desculpa por episódio

Jefferson, da equipe paraense, foi xingado de "macaco" por um torcedor do time mineiro na última quinta-feira em partida pela Série B, no estádio Independência

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2021 | 14h57

O Remo repudiou o caso de injúria racial contra o atleta Jefferson na vitória do time paraense sobre o Cruzeiro por 3 a 1, no estádio Independência, na última quinta-feira, 28, pela Série B e informou que fará uma denúncia formal do episódio à CBF. Em um vídeo publicado pelo clube paraense é possível ouvir um torcedor da equipe mineira chamando Jefferson de "macaco", quando o atleta comemorava seu gol.

O Cruzeiro pediu desculpas pelo caso, condenou a atitude racista e disse que vai tentar a identificação do torcedor. "O que aconteceu com o atleta Jefferson foi, é, e sempre será, inaceitável", diz a nota. O Remo agradeceu o posicionamento da Raposa e afirmou que acredita que a CBF tomará as medidas cabíveis.

A administração do estádio Independência informou que vai realizar uma varredura de todas as câmeras que tenham captado imagens, além de procurar informações junto aos vigilantes que estavam próximos do local.

Vítima do episódio, Jefferson se manifestou em sua conta no Instagram e lamentou o ocorrido. "A justiça de Deus não falha", escreveu.

O Remo está na 11.ª posição, com 41 pontos, enquanto o Cruzeiro ocupa a 13.ª colocação, com dois pontos a menos. Ambos não têm mais chances de subir à Série A do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, a Raposa recebe o Vila Nova em casa, na segunda-feira, às 19h, e a equipe paraense enfrenta o Londrina, na terça, às 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.