Remo no desespero contra a Portuguesa

A angústia pela ameaça real de cair para a terceira divisão passou a tomar conta da torcida, dos dirigentes e dos próprios jogadores do Remo, que enfrenta a Portuguesa nesta terça-feira à noite disposto a não perder para não piorar ainda mais sua posição na tabela. Na 20ª colocação, com 19 pontos, o time paraense caiu na temida zona de rebaixamento após a derrota em casa, na sexta-feira, por 3 a 1, para o Avaí (SC).O treinador Givanildo Oliveira, que estreou com derrota no seu retorno ao clube, não se desespera: "sei que a Portuguesa não está bem na competição, precisa melhorar, e vai partir com tudo para cima de nós, mas podemos vencer se tivermos calma".Ele deve fazer algumas mudanças na equipe, principalmente no meio-de-campo e na defesa. O esquema 3-5-2, para conter o avanço da Lusa, terá o meia Toni no lugar de Álisson e Augusto, no miola da zaga. Jailson deve continuar no comando do ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.