Rubens Chiri/SPFC
Rubens Chiri/SPFC

Renan Ribeiro diz que sempre vão chegar propostas no São Paulo e quer time focado

Goleiro acredita que visibilidade acontece por conta do tamanho do clube

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2017 | 15h58

O São Paulo já decretou a venda de Luiz Araújo ao Lille e, além dele, outros jogadores também podem sair, assim como alguns nomes devem chegar para reforçar a equipe. Thiago Mendes teve uma boa proposta do próprio Lille, de 7,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 27,7 milhões), mas a diretoria bateu o pé e o segurou. Se o time francês aumentar a oferta, deve fazer negócio.

Quem também foi sondado foi o lateral-esquerdo Junior Tavares, que interessa ao Ajax. Já o atacante Lucas Pratto está na mira do Veracruz, do México, apesar de não se mostrar interessado em sair do São Paulo neste momento. No movimento oposto está Maicosuel, que negocia com a equipe paulista e pode ser a novidade do elenco em breve.

Para o goleiro Renan Ribeiro, esse interesse de outros clubes faz parte do jogo. "Eu estou em um grande clube. Proposta sempre vai chegar para os jogadores, quem está em time grande tem visibilidade maior. Isso preocupa, mas também ficamos felizes pela visibilidade. Cabe a quem está presente, toda vez que for acionado para jogar, esquecer o extra-campo e fazer o melhor para ajudar o São Paulo", disse.

Aos 27 anos, Renan Ribeiro quer manter o ritmo na equipe. Ele tem tido uma temporada especial, conseguiu ter uma boa sequência de partidas, ganhou a confiança de Ceni e virou titular do time, desbancando Sidão, que foi contratado nesta temporada, e Denis, que foi por muitos anos reserva do agora treinador da equipe.

O contrato de Renan Ribeiro termina em maio de 2018. Ele gostaria de permanecer, mas ainda não foi procurado pela diretoria. "Quando um jogador tem um contrato mais extenso, ele tem uma certa tranquilidade. Meu pensamento é procurar fazer o melhor. A extensão de contrato está na mão da diretoria. Minha função é cumprir meu papel aqui no tempo que for preciso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.