Jefferson Bernardes/Vipcomm
Jefferson Bernardes/Vipcomm

Renan vira herói e Inter conquista o título gaúcho nos pênaltis

O torcedor gaúcho sonhou com cinco Gre-Nal seguidos. Pela eliminação dos dois times na Libertadores, se contentou com apenas três, mas teve emoções suficientes para dezenas deles. Neste domingo, em uma emocionante decisão por pênaltis, o Inter venceu o Grêmio por 5 a 4 após fazer 3 a 2 no tempo normal e conquistou o seu 40.º título gaúcho.

AE, Agência Estado

15 de maio de 2011 | 18h46

O grande herói colorado foi o goleiro Renan, que se redimiu da falha no segundo gol gremista e pegou três cobranças do Grêmio no Olímpico, calando a torcida da casa, que lotou o estádio. Victor também se destacou, pegou duas batidas, mas acabou ofuscado pelo goleiro rival, que defendeu os chutes de Willian Magrão, Lúcio e Adílson.

No tempo normal, o Grêmio abriu o placar com 15 minutos. Lúcio aproveitou o erro na linha de impedimento do Inter, saiu na cara de Renan e tocou por baixo para deixar o time da casa na frente.

Precisando de três gols, Falcão sacou Juan, acabou com a formação 3-6-1 e colocou Zé Roberto em campo. Logo depois, o meia-atacante cruzou da esquerda e Leandro Damião empatou. No finalzinho, Andrezinho pegou rebote na entrada da área e virou o jogo.

De pênalti, D''Alessandro fez o terceiro aos 29 minutos do segundo tempo, resultado que ia garantindo o título para o Inter. Mas, aos 35, Renan tentou interceptar um cruzamento de Douglas e deu a bola nos pés de Borges, que marcou para levar a decisão para os pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.