Renato Abreu admite momento 'complicado' do Flamengo

O técnico Jorginho vai ter tempo para ajustar o Flamengo. Eliminado do Campeonato Carioca, o time cumpre tabela na Taça Rio contra o Fluminense, domingo, e o Macaé, uma semana depois. É hora de fazer observações e projetar o restante da temporada.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2013 | 18h53

"O ano é longo, tem muita coisa para acontecer. O momento é delicado, mas temos muitas competições pela frente", comentou o meia Renato Abreu. "A gente não pode ficar se lamentando, mas, sim, trabalhar o tempo que ficar parado. Trabalhar entrosamento para que no próximo campeonato isso não volte acontecer."

Há pouco tempo à frente da equipe (cinco jogos), Jorginho já é criticado pela torcida. Mas a nova diretoria não vai tomar nenhuma decisão antes do início do Campeonato Brasileiro. E tentará reforçar o time para o treinador. "O momento é complicado, mas só está começando o ano. Não é hora de botar em dúvida o nosso trabalho", pediu Abreu.

EXAME - O meia Carlos Eduardo não sofreu lesão muscular na coxa esquerda, de acordo com exame de imagem. Mas o jogador ainda reclama de dores no local e dificilmente vai enfrentar o Fluminense, no domingo. Nesta quinta, o volante Cáceres será submetido a uma artroscopia no quadril.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.