Renato Abreu fica perto de renovar com o Flamengo

O Flamengo completou 117 anos nesta quinta-feira sem que os jogadores do elenco atual tivessem muito o que comemorar. Para os atletas, 2012 tem de servir como aprendizado. No Campeonato Carioca, o clube foi eliminado nas semifinais dos dois turnos pelo rival Vasco. Não passou da fase de grupos da Copa Libertadores e só se livrou definitivamente do rebaixamento no Campeonato Brasileiro na rodada passada.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2012 | 19h30

"Fica uma lição para não cometermos os mesmos erros no ano que vem. Não tivemos uma sequência de resultados positivos no começo do campeonato, por isso o ano não foi tão bom", disse o meia Renato Abreu.

Para o lateral-esquerdo Ramon, o momento político do clube, que vai passar por eleições, atrapalhou. "Foi um ano muito complicado. Não estou querendo falar da política do clube, mas ano de eleição no Flamengo é muito conturbado. Temos que pesar os prós e contras, esquecer o que foi ruim e tirar lição disso. O que a gente fez de bom, temos que manter para o começo do ano que vem".

Candidata à reeleição, a presidente Patrícia Amorim praticamente deu como certa a permanência de Renato Abreu, cujo contrato termina no fim do ano. "Se eu pudesse, faria um decreto presidencial ordenando isso. Por tudo que fez e superou este ano, o Renato merece ficar aqui no clube. E nós sabemos disso e vamos reconhecer esse esforço", afirmou a dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoRenato Abreu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.