Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Renato admite má fase do Santos e lamenta derrota no clássico: 'A equipe sente'

"Sobre o clássico, perder sempre é ruim. Virá crítica, pressão, ainda mais aqui no Santos", disse o experiente volante

Estadão Conteúdo

21 de maio de 2018 | 16h50

Em momento complicado na temporada, o Santos acumulou mais uma decepção no domingo, quando perdeu para o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Foi a terceira derrota da equipe na competição, em cinco jogos disputados, e os próprios jogadores já reconhecem que a fase não é boa.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

"A gente sabe que passa por má fase", declarou o volante Renato nesta segunda-feira. "Sobre o clássico, perder sempre é ruim. Virá crítica, pressão, ainda mais aqui no Santos. Estamos em um clube que exige sempre que você vença, e bem. Precisamos ter esta responsabilidade, mas o importante é trabalhar para buscar as vitórias e trazer o torcedor de volta."

Nas últimas seis partidas, o Santos venceu somente duas, contra os frágeis Luverdense e Paraná. Nas outras, perdeu para Nacional-URU, para o próprio Luverdense e o São Paulo, além de ser goleado por 5 a 1 pelo Grêmio. A pressão já incomoda o técnico Jair Ventura e, até por isso, o jogador mais experiente do elenco deu as caras nesta segunda para dar explicações.

"Fazia tempo que eu não vinha (conceder entrevista coletiva). Depois de uma derrota, é complicado, a equipe sente, está todo mundo chateado. Principalmente porque criamos oportunidades, poderíamos ter saído com outro resultado. Mas, infelizmente, acontece. Precisamos assumir. Agora, quinta-feira, é virar a chavinha", comentou Renato.

De volta após um período afastado por problema físico, o volante culpou o menor tempo de pré-temporada, graças à disputa da Copa do Mundo, pela lesão muscular. "Esse ano, foram só duas semanas (de pré-temporada). Acho que isso acaba prejudicando, não só a mim, mas aos outros jogadores também. Nos outros elencos, você vê jogadores mais jovens saindo com lesão muscular. A pré-temporada é essencial para o jogador."

Plenamente recuperado, ele deve ser titular novamente no confronto de quinta-feira diante do Real Garcilaso, na Vila Belmiro, pela última rodada da Libertadores. Já classificado às oitavas de final, o time paulista luta pela primeira colocação do grupo, mas também para espantar a má fase.

"A equipe tem que tirar de lição o que passou com o São Paulo e ir em busca da vitória. Já estamos classificados, mas não com o primeiro lugar. Nosso objetivo é terminar em primeiro. Sabemos da dificuldade, nenhum jogo é fácil. Eles podem ir para a Sul-Americana, então vai ser um jogo complicado. E esperamos ter uma boa atuação para confirmar a liderança", disse Renato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos Futebol ClubeRenato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.