José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Renato Augusto confirma atraso salarial no Corinthians

Meia revela débitos do clube com os jogadores em direitos de imagem, mas garante que elenco tem compreensão com o problema

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

06 de janeiro de 2015 | 13h24

Renato Augusto revelou nesta terça-feira durante entrevista no CT do Parque Ecológico que ele e outros jogadores do elenco do Corinthians estão com parte dos salários atrasados. O clube está devendo principalmente direitos de imagem, parcela que para alguns atletas corresponde pela maior parte dos vencimentos.

"O atraso é de alguns meses de direito de imagem. O salário em carteira está em dia. Mas são coisas que acontecem e vamos tentar resolver com a diretoria", disse Renato Augusto.

O presidente Mário Gobbi encerra a sua gestão no próximo mês com problemas financeiros. Em 2014, o dirigente teve de pagar impostos devidos de anos anteriores e ainda ficou sem a renda de bilheteria dos jogos no Itaquerão - todo o dinheiro arrecadado foi para um fundo para quitar a dívida da construção do estádio. Com queda na receita e aumento nas despesas, o clube passou a atrasar salários dos jogadores. Premiações também não foram pagas.

Apesar de se queixar publicamente do atraso no salários, Renato Augusto afirmou que os jogadores precisam ter compreensão para não deixar que os problemas financeiros interfiram no rendimento da equipe. "Infelizmente essa é a realidade. Temos de procurar nos concentrar e fazer uma boa pré-temporada", disse. 

Após terminar 2014 como um dos destaques do Corinthians, Renato Augusto vê na pré-temporada que o Corinthians realizará nos Estados Unidos a chance de atingir o seu ápice e fazer de 2015 o melhor ano da sua carreira. O elenco corintiano viaja na madrugada de quinta-feira para Fort Lauderdale, na Flórida, e fica nos Estados Unidos até o dia 18. O time também passará por Orlando e Jacksonville, onde disputará amistosos com Bayer Leverkusen e Colônia, respectivamente. 

"Em dezembro, nas férias, fui para a Alemanha rever alguns e amigos e assisti ao jogo do Bayer Leverkusen contra o Borussia Mönchengladbach. Eles mudaram bastante a forma de jogar, estão com o treinador novo, com um método diferente, e já passei algumas coisas para o Tite", disse. 

No dia 4 de fevereiro, no Itaquerão, o Corinthians faz o primeiro jogo da fase preliminar da Copa Libertadores contra o Once Caldas. E Renato Augusto vê essa partida decisiva como um incentivo a mais para a equipe. "Logo no início do ano ter já uma final é mais um motivo para fazer uma boa pré-temporada. Muitos jogadores jogaram em 2011 contra o Tolima e aquela eliminação serviu de aprendizado", disse.

Para se apresentar bem ao jogos da fase preliminar da Libertadores, Renato chegou a antecipar a sua volta das férias. "Comecei o trabalho um pouco antes com o Bruno (Mazziotti, fisiologista). Não cheguei aqui zerado. Nos Estados Unidos procurarei chegar o mais próximo possível dos meus 100%."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRenato Augusto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.