EFE/ Fernando Bizerra Jr.
EFE/ Fernando Bizerra Jr.

Renato Augusto considera justa a vaia da torcida após empate do Corinthians

Clube alvinegro não consegue furar defesa do Always Ready e terá missão complicada na próxima fase da Copa Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2022 | 00h24

A vaia importa pela torcida do Corinthians após o empate com o Always Ready, na Neo Química Arena, nesta quinta-feira, foi considerada justa pelo meia Renato Augusto, um dos líderes do elenco alvinegro.

"O torcedor está com a razão, a gente queria a vitória, assim como o torcedor, brigamos até o final, criamos, já no segundo tempo tentamos furar de todas as maneiras, bolas na trave, defesas do goleiro deles", disse o meia, que entrou na equipe na segunda etapa.

"Saímos tristes pelo resultado, mas não dá tempo de lamentar muito, já temos jogo pelo Brasileirão, onde temos que defender a liderança. É lamentar hoje e depois pensar no próximo jogo", completou o camisa 8, referindo-se ao jogo de domingo, na Neo Química Arena, diante do América-MG, válido pela oitava rodada.

Como segundo colocado, o Corinthians agora espera por um adversário mais difícil nas oitavas de final da Copa Libertadores. O sorteio acontece nesta sexta-feira, às 13h. Um dos possíveis confrontos é o dérbi com o bicampeão Palmeiras.

Após sete jogos disputados no Brasileirão, o Corinthians soma 14 pontos, dois a mais que Palmeiras, São Paulo, Atlético-MG e Botafogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.