Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Renato Augusto é apresentado no Corinthians e diz: 'Quem é lembrado é quem ganha'

Retornando após cinco anos e meio ao time paulista, meia afirma que chega com uma responsabilidade maior do que em 2013, quando conquistou o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2021 | 16h26

O meia Renato Augusto foi apresentado pelo Corinthians nesta quarta-feira no CT Joaquim Grava. Ídolo e principal reforço da equipe paulista na temporada, o jogador de 33 anos chega para sua terceira passagem no clube. Na coletiva de apresentação, ele admitiu que terá dificuldades no início, mas projeta títulos a partir do ano que vem.

"Voltar a um clube onde há uma história grande, com momentos históricos na carreira e na vida, foi uma decisão fácil. Vim para buscar coisas grandes. O início é sempre complicado, readaptar e crescer junto com a equipe. Esse ano não será fácil. Temos que terminar de forma boa, para voltar a buscar títulos em 2022. Quem é lembrado, é quem ganha", disse.

Renato Augusto afirmou que sabe da responsabilidade maior que terá se comparado com 2013, quando venceu o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana sob o comando de Tite. Ele não faz uma partida oficial desde 10 de dezembro, quando, vestindo a camisa do Beijing Guoan, enfrentou o Ulsan Hyundai pela Liga dos Campeões da Ásia. 

Sua estreia deve acontecer neste domingo, às 16h, dentro de casa contra o Ceará. A partida é válida pela 16ª rodada do Brasileirão. Apesar de estar confirmado na lista de relacionados do técnico Sylvinho, o meia avisou que não tem condições de jogar durante 90 minutos. Segundo ele, a ideia é subir a minutagem aos poucos para crescer a forma técnica. 

"A gente vem trabalhando bastante nos últimos dias para recuperar a parte física sem correr riscos. Começar os jogos de forma gradativa, de 15 a 20 minutos, e ir subindo a minutagem de jogo. Contra o Ceará, devo ir para o banco. Para fazer algo em torno de 15 a 30 minutos", afirmou.

No último dia 22, o Corinthians confirmou o retorno do meio-campista, que assinou contrato até dezembro de 2023. Em três temporadas pelo clube, o jogador atuou em 127 partidas, marcando 15 gols e dando 27 assistências. Além dos dois títulos conquistados em 2013, foi peça fundamental na campanha vitoriosa do Campeonato Brasileiro de 2015. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.