Renato Augusto e técnico Mano Menezes são julgados pelo STJD

Depois de condenação de Petros por agredir juiz, jogador e treinador do Corinthians terão condutas submetidas ao Tribunal

Ronald Lincoln Jr.  , O Estado de S. Paulo

28 de agosto de 2014 | 17h51

Depois de o meia Petros ser julgado e condenado por agressão ao árbitro Raphael Claus, o Corinthians volta a ter integrantes da equipe no banco dos réus do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Nesta sexta-feira, o meia Renato Augusto e o técnico Mano Menezes serão julgados pela entidade.

Renato Augusto foi denunciado por causa de uma suposta agressão sobre Léo Gago, do Bahia, em partida válida pela Copa do Brasil, no dia 6 de agosto. A procuradoria do STJD enquadrou o jogador corintiano no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), referente à agressões contra outros jogadores. Se punido, o jogador pode ser suspenso por 4 a 12 jogos.

Mano Menezes, por sua vez, foi denunciado após ser expulso da partida entre Corinthians e Goiás, no dia 21 de agosto, por causa de uma reclamação contra o árbitro e foi enquadrado no artigo 243-F do CBJD, que diz respeito à ofensas durante o jogo. O treinador corintiano pode pegar até seis jogos de gancho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.