Renato Augusto 'esquece' saída de Mano e foca na Libertadores

Renato Augusto 'esquece' saída de Mano e foca na Libertadores

Meia admite que é estranho time começar 2015 sem treinador mas disse nesta terça-feira é que preciso pensar só Brasileirão

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2014 | 13h28

O meia Renato Augusto minimizou nesta terça-feira a importância do fato de o Corinthians viver uma fase de indefinição do seu comando técnico para a temporada de 2015. Em entrevista coletiva, o jogador destacou que agora é o momento apenas de focar a conquista da vaga na Copa Libertadores nas rodadas restantes do Campeonato Brasileiro, independentemente da iminente saída de Mano Menezes em dezembro, quando termina o contrato do treinador.

O presidente Mario Gobbi já adiantou que o time corintiano irá iniciar o próximo ano com um técnico interino e que o próximo presidente irá escolher o novo comandante a partir do início de fevereiro, após as eleições presidenciais do clube. Renato Augusto admitiu certo estranhamento com a situação, mas disse confiar que essa transição será feita de forma natural, sem atrapalhar o planejamento corintiano, até por apostar no trabalho que vem sendo realizado por Sylvinho, ex-lateral do clube, como auxiliar técnico.

"Nunca passei por isso de começar a pré-temporada sem treinador, mas tanto o Sylvinho quanto o Fábio (Carille, outro auxiliar-técnico do clube) conhecem bem o elenco. Eles estão aqui há bastante tempo, o Sylvinho é da casa. Se isso acontecer estamos em boas mãos", ressaltou o meio-campista.

Já ao ser questionado se falou com Mano sobre a continuidade ou não do técnico no Corinthians em 2015, Renato Augusto disse que o treinador não descartou a sua própria permanência. "Ele (Mano) só falou que não podia garantir que continua, mas também que ninguém disse que não pode mantê-lo no cargo. Mas não podemos pensar com o passo maior do que a perna. Vamos pensar no próximo jogo e se pensarmos no ano que vem aí a vaga na Libertadores vai para o espaço", enfatizou.

SEMANA LIVRE

O Corinthians terá uma semana cheia de treinos até o jogo deste sábado, quando enfrentará o Coritiba, às 21 horas, no Itaquerão, pela 32ª rodada do Brasileirão. No duelo, Mano Menezes não poderá contar com o lateral Fábio Santos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e com o atacante Guerrero, que cumprirá a segunda e última partida de suspensão aplicada pelo STJD por empurrão ao árbitro Leandro Bizzio Marinho, em jogo válido pela Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.