JF Diorio|Estadão
JF Diorio|Estadão

Renato Cajá pode ser a novidade da Ponte Preta contra o Atlético-GO

Meia pode ganhar primeira chance na equipe no Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 19h22

O meia Renato Cajá foi contratado há dois meses junto ao Bahia como esperança de ser o craque do elenco da Ponte Preta. Mas pouco jogou no Campeonato Paulista e ainda não teve a chance de atuar no Campeonato Brasileiro. Ele, no entanto, pode ser a principal novidade do time de Campinas (SP) em Goiânia, onde nesta quinta-feira enfrenta o lanterna Atlético Goianiense, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, pela quinta rodada do Brasileirão.

Depois de duas pequenas lesões musculares que atrapalharam o seu condicionamento físico, há duas semanas ele treina normalmente com o grupo. Mas tem sido acompanhado de perto por todos os departamentos do clube: médico, de fisiologia, físico e técnico. O objetivo é de que quando ele entre no time seja, efetivamente, em plenas condições e para ajudar o time.

"Um jogador que fica tanto tempo parado precisa ir entrando aos poucos. Talvez 20 ou 30 minutos e depois aumentando progressivamente", explicou o técnico Gilson Kleina, que pode ter Renato Cajá no banco de reservas neste próximo jogo. Ele, no caso, seria uma opção diferente, de mais toque de bola e lançamentos, para o segundo tempo.

É a mesma estratégia feita com o atacante Emerson Sheik, que atuou todo o segundo tempo diante do São Paulo, no domingo passado, na vitória por 1 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. "O pessoal clínico até me olhou diferente porque nós não sabíamos se ele aguentaria atuar meio tempo. Mas ele usou a experiência para dosar seu esforço físico e deu tudo certo", concluiu Gilson Kleina.

Enquanto há confiança no retorno de Renato Cajá para o banco de reservas, a dúvida para começar o jogo está justamente no setor de meio de campo. Está descartada a improvisação do lateral-direito Nino Paraíba e o mais provável é a volta de Jadson para formar um tripé de marcação ao lado de Wendel e Elton. Não haveria nenhuma alteração do trio ofensivo, com Lucca mais enfiado tendo pelos lados Léo Artur e Lins.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.