Nelson Perez/Fluminense FC
Nelson Perez/Fluminense FC

Renato Chaves admite elenco do Flu 'bem estressado' após temporada difícil

Zagueiro diz que equipe, que garantiu permanência na Série A, ainda não pode pensar na próxima temporada

Estadão Conteúdo

23 Novembro 2017 | 16h54

O zagueiro Renato Chaves, do Fluminense, admitiu o sentimento de estresse compartilhado pelo elenco após um ano marcado por lesões de vários jogadores e no qual o time tricolor das Laranjeiras lutou contra o rebaixamento no Brasileirão até a antepenúltima rodada, realizada no último final de semana, quando derrotou a Ponte Preta e garantiu matematicamente a permanência na elite do futebol nacional em 2018. No próximo sábado, a equipe enfrentará o Sport, às 17 horas, no Maracanã, no penúltimo jogo pelo Nacional.

+ Douglas promete Fluminense forte nas últimas rodadas do Brasileirão

"A gente tem dois jogos ainda para acabar o Campeonato Brasileiro. Não podemos pensar em 2018 ainda. Tem compromisso no sábado. Vamos deixar para pensar em 2018 quando acabar esse campeonato. A gente está em final de ano e bem estressado. Queremos terminar o ano tranquilos e pensar no ano que vem só nas férias", projetou o jogador em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro.

Renato Chaves desconversou quando questionado sobre a possível saída do técnico Abel Braga, sondado para dirigir o Internacional no retorno do clube colorado à Série A do Brasileiro. Mas o defensor elogiou o trabalho do treinador e demonstrou gratidão pelos ensinamentos que recebeu.

"Um cara muito tranquilo, com quem aprendi muito no futebol. Fez a minha carreira evoluir muito, pessoalmente também, um cara muito forte. Ele é experiente, sabe o que está fazendo. O que ele decidir, é com ele", comentou Renato, que participou do treino da equipe após conversar com os jornalistas no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca.

O zagueiro também revelou que os jogadores do Fluminense ainda têm como objetivo nas duas últimas rodadas do Nacional ajudar Henrique Dourado a encerrar o torneio como maior goleador. "A gente vai fazer de tudo para que ele seja o artilheiro e tentar uma marca histórica. Será muito bom para ele e para o Fluminense", complementou Renato Chaves.

Com 46 pontos, o Fluminense ocupa a 14.ª colocação na tabela e ainda luta para conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana. Depois de receber o Sport, o time carioca se despedirá do Brasileirão no dia 3 de dezembro, quando visitará o Atlético Goianiense, atual lanterna do torneio e já rebaixado à Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.