Lucas Uebel/ Grêmio
Lucas Uebel/ Grêmio

Renato confirma Luan, Michel e Cristian no Grêmio para duelo contra o Palmeiras

Técnico decidiu poupar alguns importantes jogadores no duelo contra o Palmeiras

Estadao Conteudo

20 Outubro 2017 | 14h46

O técnico Renato Gaúcho confirmou nesta sexta-feira a presença de Luan, Michel e Cristian para a partida de domingo, entre Grêmio e Palmeiras, às 17 horas, em Porto Alegre, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Michel volta aos treinos no Grêmio e fica à disposição para encarar o Palmeiras

Mais preocupado com o primeiro duelo das semifinais da Copa Libertadores, contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador, na próxima quarta-feira, o Grêmio terá uma equipe praticamente reserva no domingo. Mas, como estão recém-recuperados de contusão, os três vão atuar para ganhar ritmo de jogo.

"Não adianta dar o passo maior do que a perna. Então, os três jogadores estão na relação dos concentrados para o jogo contra o Palmeiras. Mas aí você vai perguntar a equipe titular: quem joga? Uma hora antes eu divulgo. Até lá, já adiantei os três, mas a equipe só uma hora antes", despistou o treinador.

Recuperado de uma lesão muscular na coxa direita, Luan atuou no empate com o Corinthians, na última quarta-feira. Já os volantes Michel e Cristian também estão livres de contusão, treinaram normalmente nesta sexta e retornam contra o Palmeiras.

Ainda assim, o treinador garantiu que não está pensando apenas em dar ritmo aos jogadores. "O Luan vai jogar, ele precisa jogar porque ficou muito tempo parado e está sem ritmo de jogo", ponderou Renato, antes de acrescentar. "Não pensem que vou colocar um ou outro jogador no domingo apenas para dar ritmo de jogo. Eu penso na vitória."

Para ele, o mais importante é vencer o Palmeiras e se manter na briga pelo título brasileiro - as duas equipes estão empatadas com 50 pontos, nove atrás do líder Corinthians. "O título está difícil? Sim. Está impossível? Não. Então vamos lutar", completou.

Mais conteúdo sobre:
Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.