Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Renato culpa falta de treinos por derrota do Fluminense no Estadual

Clube amaraga placar de 2 a 0 contra o Madureira na estreia no Campeonato Carioca

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2014 | 13h00

RIO - O técnico Renato Gaúcho culpou o pouco tempo de preparação pela derrota do Fluminense na sua estreia no Campeonato Carioca, neste sábado, por 3 a 2 para o Madureira, no Estádio de Moça Bonita. O treinador destacou que o time realizou poucos treinos antes da partida e ainda não está pronto, por isso, cometeu muitos erros.

"Já esperávamos encontrar dificuldades. Foram nove dias de treinos físicos, táticos e técnicos. O próprio Madureira, que treina há um mês e meio, sentiu o jogo. Se fosse à noite, mas a partida numa tarde de sol de 40 graus fica difícil. Não é desculpa. Atropelamos algumas etapas. Tivemos de colocar uma equipe que não está pronta, os erros aparecem e a situação complica muito. E é óbvio que o adversário tira proveito", afirmou.

Renato evitou realizar avaliações individuais sobre a atuação dos jogadores, incluindo o meia Darío Conca, que fez a sua reestreia pelo clube após passagem pelo futebol chinês. O treinador também descartou a escalação de uma equipe de reservas nos próximos jogos para dar mais tempo de preparação aos titulares.

"Não adianta cobrar só o Conca. Todo mundo esteve muito abaixo do que pode produzir e mostrar. Não adianta querer cobrar o que o jogador não pode render em campo devido ao pouco tempo de pré-temporada. Não adianta querer colocar só os garotos e depois outra equipe mais tarde. O importante é colocar todos em campo, dar ritmo. É assim com todos, não só o Fluminense. Os outros times vão sofrer. Mas percebemos os erros que cometemos. Agora, vamos ter de treinar", disse.

ELOGIOS

O treinador do Fluminense destacou o retorno de Michael ao futebol. Após oito meses afastado dos gramados, suspenso por doping, o atacante fez um gol diante do Madureira. E Renato prometeu ajudá-lo nessa volta. "Ele chorou ao saber que poderia voltar a jogar. É um garoto que estamos dando conselho e força. Tem muita qualidade, mas além da pouca pré-temporada está muito tempo sem jogar. Por isso, na metade do segundo tempo, eu o tirei. Não é fácil. Mesmo assim, ele nos ajudou", comentou.

Derrotado na estreia, o Fluminense buscará a reabilitação no Campeonato Carioca na próxima quinta-feira, às 19h30, quando vai receber o Bonsucesso no Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.