Renato defende Vágner Love e critica dependência no Fla

O momento ruim do Flamengo no Campeonato Brasileiro coincide com a má fase de Vágner Love. Um dos jogadores mais importantes do clube da Gávea, o centroavante completou no empate por 0 a 0 com a Portuguesa, na última quinta-feira, o seu sétimo jogo sem fazer gols. Vágner Love, porém, ganhou o apoio do meio-campista Renato, que elogiou o companheiro e ressaltou que o time não pode depender apenas dele para vencer.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 09h41

"O Vágner não esta fazendo gols, outros não estão. Não podemos esperar só do Vágner. Todos têm que tentar fazer o gol. O Ibson, o Adryan, o Matheus, eu, todos temos que tentar. É injusta essa cobrança só em cima do Vagner para fazer gols. Isso ó piora as coisas", disse.

Para Renato, o momento no Flamengo é de trabalhar para conseguir uma recuperação imediata no Campeonato Brasileiro. "Nós, jogadores, não podemos deixar de treinar. O Flamengo é nossa segunda família. Ficamos mais aqui do que em casa. Temos que ter a humildade de saber que o momento não é bom. Só uma boa sequência de vitórias pode trazer tranquilidade ao grupo. Temos que trabalhar mais. Temos que treinar mais", disse.

Renato também garantiu que o elenco do Flamengo é forte e tem condições de fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. "O Flamengo tem um belo elenco, que se formou este ano e ainda tem muito a dar, a produzir, a crescer. Temos que ter uma sequência de vitórias. O time está atacando, mas o problema é que a bola não entra. Futebol é assim, às vezes não há muitas chances de fazer o gol. As dificuldades são muito grandes", comentou.

Com 16 pontos, o Flamengo ocupa o 10º lugar no Campeonato Brasileiro e volta a jogar neste domingo, quando vai encarar o São Paulo, no Estádio do Morumbi, pela 13ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.