Renato diz que está tudo bem no Vasco

O Vasco corre risco de retornar à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, caso seja derrotado nesta quarta-feira pelo Cruzeiro, às 20h30, em São Januário. Mesmo assim, o técnico Renato Gaúcho não dá o braço a torcer. Ele nega que haja um clima de tensão no clube, volta a afirmar que brigará por uma vaga na Copa Sul-Americana e emenda: ?O grupo está tranqüilo.? A razão para tanto otimismo vem da decisão da justiça esportiva, que anulou dois jogos do Vasco neste Brasileiro: contra Figueirense e Botafogo. ?A equipe caiu um pouco na classificação, mas tem condições de vencer as duas partidas canceladas e embalar?, declarou Renato Gaúcho. O ataque do Vasco não faz gols há quatro rodadas. Isso, porém, não preocupa o treinador. ?Romário e Alex Dias têm crédito de sobra.Ninguém pode questionar a qualidade deles. A fase não é boa. A bola não entra, mas isso demonstra, ao menos, que a equipe vem criando oportunidades?, disse Renato Gaúcho. O único desfalque do Vasco é o volante Ygor, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Amaral será o substituto.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2005 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.