Renato diz que Flamengo precisa pensar grande

O empate com o Vasco não foi bom para o Flamengo. A rodada também não ajudou. E o time da Gávea viu a distância para a zona de rebaixamento cair de cinco para quatro pontos. Mas não há tempo para descanso ou lamentações. Na quarta-feira, o desafio é contra um motivado Corinthians, no Engenhão. Os flamenguistas, porém, pensam grande, sonhando até com vaga na Copa Sul-Americana.

AE, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 21h41

"Quem veste a camisa do Flamengo precisa pensar grande. Mas vivemos uma situação ainda difícil. Temos que ser realistas. Somos diferentes de Corinthians e Fluminense, que estão lá em cima. A rodada foi ruim para nós. Vamos brigar até o fim da competição, mas estamos numa condição boa", avaliou o meia Renato, um dos jogadores mais experientes do elenco flamenguista.

"São sete jogos difíceis contra times que estão brigando pelos mais variados objetivos. Não tem jogo fácil, mas precisamos nos concentrar principalmente nos confrontos diretos contra Guarani e Ceará", disse o meia Renato, comentando sobre o jogo com o Corinthians e a sequência de compromissos do Flamengo na reta final do campeonato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoRenato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.