Renato e Diego podem desfalcar Santos

Leão confirmou nesta segunda-feira que não vai poupar nenhum jogador da partida contra o Guaraní, quinta-feira, no Paraguai, pela Copa Libertadores. Apesar de o Santos já estar classificado para a próxima fase do torneio e de ter a semifinal do Paulistão no domingo, o treinador quer força máxima para garantir a primeira colocação do grupo 7."Na pior das hipóteses, queremos o empate para classificar em primeiro sem precisar da última rodada da Libertadores", explicou Leão, que prefere analisar um problema de cada vez. Ou seja, vai deixar para pensar na semifinal do Paulistão apenas na sexta-feira: enfrenta o São Caetano, domingo, na Vila Belmiro.Mas Leão pode ser obrigado a mexer no time. Afinal, dois titulares estão com problemas médicos e preocupam os médicos. O meia Diego sente dores na coxa e nem treinou, enquanto o volante Renato deixou o treinamento reclamando de dores na panturrilha."Os dois preocupam", admitiu Leão, que pretende definir a equipe no treino desta terça-feira de manhã. A viagem para Assunção acontece logo depois do treinamento.Um desfalque certo é Robinho, que está suspenso. O substituto já está definido. É Basílio, o que favorece a tática a ser usada por Leão. Afinal, ele sabe que o Guaraní irá com tudo ao ataque, pois precisa da vitória. "Nós temos de ter a inteligência de usar os espaços que sobram quando o adversário ataca", explicou o treinador santista.Maratona - A seqüência de jogos não preocupa o Santos. "É só chegar de viagem, descansar e colocar a cabeça na próxima partida", revelou o zagueiro André Luís. O goleiro Doni concorda e lembra que o confronto com o Guaraní é decisivo na Libertadores: ?É uma partida muito importante e vamos pensar no São Caetano a partir de sexta-feira."

Agencia Estado,

22 de março de 2004 | 19h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.