Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Renato entoa mistério, mas diz que David Braz deve atuar pelo Santos na quinta

Alvinegro enfrenta o Estudiantes na Argentina, pela Libertadores

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2018 | 19h46

O Santos encerrou a preparação para o confronto diante do Estudiantes com mistério. Na Argentina, o técnico Jair Ventura fechou a atividade desta quarta-feira à imprensa e escondeu a escalação que vai a campo na quinta, no Estádio Centenário de Quilmes, pela terceira rodada do Grupo F da Libertadores.

+ Estudiantes também tem sua '2ª casa', o palco do jogo contra o Santos

+ Negociações frustradas e falta de opções confiáveis mantêm Santos carente de '10'

"O Jair falou para estarmos todos prontos, a gente veio até com um número maior de jogadores. Vamos esperar até amanhã para ver o que ele vai decidir. Mas o importante é quem entrar saber a dificuldade do jogo. O mais importante para nós é sair com uma vitória fora de casa", declarou o volante Renato após a atividade.

A principal dúvida para a partida é o zagueiro David Braz. O jogador, que completará 200 jogos pelo Santos se atuar, sentiu dores na coxa no início da semana, foi examinado e viajou com o elenco. Nesta quarta, participou normalmente do aquecimento, no único momento da atividade aberto à imprensa.

"Ele aqueceu normalmente, a gente não fez muita coisa (no treino). Ele trabalhou, não sentiu nada. Deve estar apto para o jogo. Vai fazer um teste no vestiário para decidir. Esperamos que todos tenham condições para o Jair decidir a equipe", comentou Renato.

Se David Braz não tiver condições de jogo, deverá ser substituído por Luiz Felipe. Assim, o Santos deve ter: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Dodô; Alison, Renato e Jean Mota; Rodrygo, Arthur Gomes e Eduardo Sasha. Desfalque certo é o atacante Gabriel, expulso diante do Nacional-URU na última rodada.

"O Gabriel é um jogador rápido, rodado, apesar da idade. É um jogador importante. Errou, mas já se desculpou. Temos outros jogadores, com outras características. Esperamos suprir a ausência dele. O mais importante é a gente entrar em campo pensando em fazer um bom jogo e sair com a vitória", avaliou Renato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.