Renato faz mistério e esconde substituto de Edílson no Grêmio para quinta

Lateral-direito está fora de jogo contra o Guaraní-PAR, pela Libertadores

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2017 | 19h18

Como costuma fazer antes de confrontos importantes, o técnico Renato Gaúcho optou pelo mistério e fechou o treino do Grêmio nesta quarta-feira. Ele impediu que a imprensa assistisse à atividade comandada na Arena, palco do confronto diante do Guaraní, do Paraguai, na quinta, pela quarta rodada do Grupo 8 da Libertadores.

O principal motivo do mistério de Renato é a ausência de Edílson. O lateral-direito sofreu lesão muscular na coxa esquerda na eliminação nas semifinais do Campeonato Gaúcho para o Novo Hamburgo, domingo, com a derrota nos pênaltis. Sem ele, o treinador tem duas opções.

A tendência é que Léo Moura seja novamente deslocado para o setor, o que abriria uma vaga no meio de campo. Se a opção for por uma escalação mais defensiva, o volante Arthur deve ser escalado. Se quiser um time ofensivo, o técnico pode escolher Barrios, com Luan atuando um pouco mais recuado.

Uma vitória nesta quinta encaminha a vaga às oitavas para o Grêmio. A equipe tem sete pontos em três partidas, retrospecto igual ao do Guaraní, na liderança do Grupo 8. Ambos têm um ponto de vantagem para o Deportes Iquique, terceiro colocado, que já disputou um jogo a mais.

Tudo o que sabemos sobre:
GrêmiofutebolRenato GaúchoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.