Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Renato faz mistério no Fluminense, mas confirma Carlinhos fora

Tricolor encara faz clássico no Maracanã contra o Vasco pelo Campeonato Carioca

Agência Estado

14 de março de 2014 | 14h48

RIO - O técnico Renato Gaúcho resolveu fazer mistério nesta sexta-feira após comandar o penúltimo treino do Fluminense para o clássico deste domingo, contra o Vasco, às 18h30, no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Carioca. O treinador preferiu não fazer um coletivo ao dividir o elenco em três equipes em um trabalho tático nas Laranjeiras, assim como se recusou a adiantar a escalação do time que defenderá a vice-liderança da tabela visando entrar com vantagem na semifinal da competição.

"Independentemente do jogo, se eu der a escalação o adversário já se prepara, treina de acordo com meu time e tem oportunidade de conversar sobre a maneira como vai neutralizar o oponente. Todo mundo sabe que o Fluminense tem colocado dois esquemas em prática e qualquer um dos dois pode acontecer no jogo com o Vasco. Quanto mais pudermos dificultar o adversário melhor", ressaltou o comandante.

Renato, porém, confirmou que não irá relacionar o lateral-esquerdo Carlinhos para o clássico. O jogador vive um drama familiar após perder um filho, que nasceu prematuro, e já foi liberado das atividades desta semana no clube para ficar com sua esposa. "O Carlinhos não está relacionado devido ao problema particular da parte dele. Não adianta relacioná-lo com problema de cabeça. Quando voltar a treinar com o grupo vamos avaliar sua condição", avisou o treinador, que deve escalar Chiquinho no lugar do titular da lateral.

O técnico também manteve em aberto a definição do companheiro de Fred no ataque do Flu. Ao ser questionado sobre o suposto merecimento de Walter, que briga pela vaga no time com Rafael Sobis, para ser titular no domingo, ele respondeu: "Tenho um grupo e qualquer jogador do Fluminense tem condições de jogar, inclusive o Waltinho, que vem demonstrando sua qualidade nos treinamentos e correspondendo sempre que entra em campo. Está fazendo gols, está magrinho. Todo mundo está querendo e aproveitando as oportunidades".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.