Renato Gaúcho assume responsabilidade

O técnico Renato Gaúcho chamou para si a responsabilidade por mais um tropeço do Vasco no Campeonato Brasileiro. O clube empatou com o Cruzeiro, por 3 a 3, em São Januário, na quarta-feira, e segue próximo à zona de rebaixamento. Em tom de desabafo, o treinador disse que nasceu para vencer e mandou um recado para quem contesta seu trabalho. ?Não tenho medo de nada?. Em seguida, Renato Gaúcho saiu em defesa do elenco. ?Qualquer crítica tem que ser feita em cima de mim. Eu sei me cuidar e dar a volta por cima?, declarou o treinador, irritado. Nesta quinta, ele conversou com o elenco por mais de 40 minutos. Em vez de broncas, elogios. ?Eles tiveram boa atuação. Criaram jogadas, mas pecaram na hora de finalizar. O Vasco mereceu conquistar os três pontos?.Absolvido ? O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu nesta quinta, em última instância, o técnico Renato Gaúcho, suspenso anteriormente por 30 dias por ter sido expulso no clássico contra o Botafogo, válido pela terceira rodada do returno do Brasileiro. Com a decisão, Renato Gaúcho está liberado para comandar o Vasco, neste sábado, no jogo contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2005 | 19h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.