Matilde Campodonico/AP
Matilde Campodonico/AP

Renato Gaúcho critica atuação, mas comemora empate gremista

Equipe gaúcha ficou no 2 a 2 contra o Liverpool no Uruguai e se aproximou da fase de grupos da Libertadores

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 10h54

MONTEVIDÉU - Com o empate diante do Liverpool-URU, por 2 a 2, na última quarta-feira, em Montevidéu, o Grêmio precisa apenas de um empate sem gols, ou por 1 a 1, na partida de volta, para garantir vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. Por conta disso, o técnico Renato Gaúcho comemorou o resultado, apesar de admitir o fraco futebol apresentado pela equipe.

"O jogo fora de casa é sempre muito difícil e nós nunca desprezamos o adversário. O Grêmio ficou abaixo do que costuma jogar, mas o resultado foi muito bom. Na quarta, a gente vai jogar com a torcida e, lá, é outro departamento", declarou.

Campeão do torneio continental com o clube gaúcho como jogador, em 1983, e vice com o Fluminense como técnico, em 2008, Renato demonstrou conhecimento sobre a competição e comentou sobre as dificuldades que sua equipe ainda enfrentará.

"Infelizmente tomamos dois gols, falhamos. Vamos conversar. Libertadores não tem jogo fácil. Não tem tranquilidade no Olímpico. Em frente à nossa torcida, a história vai ser um pouco diferente. Não jogamos tudo o que podemos mas, mesmo assim, conseguimos um resultado fora de casa", afirmou.

Já pensando na partida de volta, que acontecerá na próxima quarta-feira, no Olímpico, o treinador apontou os caminhos para conseguir a classificação. "Nossa bola parada é muito boa", analisou.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Liverpool 2 x 2 Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.