Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Lucas Uebel|Grêmio FBPA
Lucas Uebel|Grêmio FBPA

Renato Gaúcho defende elenco do Grêmio após eliminação no Campeonato Gaúcho

'Perdemos pelos nossos erros', analisa treinador do time

Estadao Conteudo

25 de abril de 2017 | 20h06

O técnico Renato Gaúcho defendeu o elenco do Grêmio em entrevista coletiva nesta terça-feira, após a eliminação da equipe no Estadual para o Novo Hamburgo, no domingo passado - a equipe da região metropolitana de Porto Alegre fará a final do Campeonato Gaúcho contra o Internacional.

"Demos mole. Porque o Grêmio vem jogando muito bem, apresentando um futebol de alto nível, não tenho me queixado do meu grupo. Já conversei com o grupo e eles concordaram plenamente. Nos dois gols que tomamos contra o Novo Hamburgo, nós falhamos. Concentração sempre total. Perdemos pelos nossos erros", analisou Renato Gaúcho.

Mas o comandante gremista procurou elogiar o grupo de jogadores, destacando o trabalho nas demais competições. "Estou triste pela saída do Gaúcho, mas muito satisfeito com o meu grupo. A gente precisa corrigir uma coisinha ou outra. Vamos procurar melhor a cada jogo. Agora muita gente faz tempestade num copo d´água. Quando não se ganha, a cobrança vem e as pessoas acham um milhão de coisas erradas. Não está nada errado. Quando não se ganha, está tudo errado. A pergunta é a seguinte: se tivéssemos passado pelo Novo Hamburgo, estaria tudo bem?", questionou Renato Gaúcho, citando as eliminações de Palmeiras e São Paulo no Campeonato Paulista.

O treinador enfatizou a preparação para o próximo compromisso do time tricolor, nesta quinta-feira, às 21h45, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, contra o Guaraní, do Paraguai, na partida que abre o returno do Grupo 8 da Copa Libertadores.

Mas também aproveitou a entrevista coletiva para rebater críticas da imprensa local pelo fato de ter levado todo o elenco para o Paraguai - no empate em 1 a 1 contra o mesmo Guaraní, na semana passada -, apesar de ter usado um time alternativo no duelo.

"Jogamos com outra equipe e não colocamos nenhum jogador em risco. Quando falo a programação, sei o que estou fazendo. Se coloco a equipe toda e perco três ou quatro jogadores, algumas pessoas vão falar 'porque não botou outro time?'. Eu faria tudo de novo. O grupo quis viajar, dando força pra outra equipe (alternativa). O grupo todo está junto. É assim que eu trabalho. É assim que a gente consegue os resultados", decretou o treinador gremista.

Além do lateral-direito Edílson - que sentiu uma lesão no Paraguai -, o Grêmio teve mais uma baixa confirmada para os próximos dias. O meia Gastón Fernández teve uma lesão muscular na coxa confirmada pelos médicos do clube e será desfalque pelos próximos 10 dias.

Renato Gaúcho comandou trabalhos técnicos no treinamento desta terça-feira. A primeira parte da atividade foi fechada à imprensa. Alguns atletas do time titular foram poupados da atividade como Pedro Geromel, Kannemann, Léo Moura, Marcelo Oliveira, Maicon, Miller Bolaños e Lucas Barrios. Todos realizaram trabalhos específicos na academia.

O Grêmio é o líder do Grupo 8 da Libertadores com sete pontos (duas vitórias e um empate), junto com os paraguaios do Guaraní. O Deportes Iquique, do Chile, tem seis. O Zamora, da Venezuela, tem apenas um ponto conquistado.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolGrêmiofutebolLibertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.