Alexandre Vidal/ CR Flamengo
Alexandre Vidal/ CR Flamengo

Renato Gaúcho se despede do Flamengo em mensagem nas redes: 'Não faltaram garra e empenho'

Treinador se manifesta pela primeira vez desde que deixou o clube carioca nesta quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2021 | 12h29

O técnico Renato Gaúcho se manifestou nesta quinta-feira pela primeira vez desde que foi demitido pelo Flamengo. Em mensagem nas redes sociais, o treinador exaltou o sonho de ter comandado o time carioca, pelo qual brilhou como jogador, e destacou que não faltou "garra e empenho" na equipe.

"Encerro aqui mais um ciclo. Todos temos sonhos a serem conquistados e treinar o Flamengo era um dos meus. Conquistei não dá forma que eu gostaria, porém, não faltaram garra e empenho para tentar sair com as conquistas que esperávamos", declarou o treinador, três dias depois do anúncio de sua demissão.

O treinador já havia falado em tom de despedida no vestiário de Montevidéu após a derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, no sábado, pela final da Copa Libertadores. Na ocasião, mostrou certo desânimo e disse que técnico no Brasil só é valorizado quando ganha.

Desta vez, emitiu mensagem sucinta sem reclamações. Apenas agradeceu à diretoria, elenco e torcedores. "Quero agradecer ao presidente (Rodolfo) Landim, ao Marcos Braz e ao Bruno Spindel pela oportunidade e por terem confiado em mim. Agradecer a todos os departamentos do clube que foram muito importantes nessa jornada. Agradecer aos jogadores e a torcida que, mesmo não sendo da forma que sonhávamos, não deixaram de ter Raça, Amor e Paixão. Isso é Flamengo! Sigo com carinho e admiração pelo Clube de Regatas do Flamengo. Sucesso aos próximos!", afirmou.

Renato gaúcho deixou o clube com aproveitamento de 72,8%. Foram 38 jogos sob seu comando, com 25 vitórias, oito empates e somente cinco derrotas. Os números, apesar de muito bons, contrastaram com a queda de rendimento na reta final de temporada e a perda de todos os títulos disputados.

Sob o comando de Renato Gaúcho, o Flamengo perdeu a final da Libertadores, a corrida pelo tricampeonato do Brasileirão e ainda amargou eliminação na semifinal da Copa do Brasil em pleno Maracanã com derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR. O técnico ficou menos de cinco meses do time e jamais conquistou a torcida do clube, sempre rebatendo o trabalho do treinador e cobrando melhora que não vinha.

Tudo o que sabemos sobre:
Renato GaúchoFlamengofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.