Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho destaca agressividade do Grêmio e lamenta gols perdidos em derrota

'Gosto de ver minha equipe para frente. Nem sempre vai vencer', declarou o treinador

Redação, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2019 | 15h50

O Grêmio estreou no Campeonato Brasileiro tendo 63% de posse de bola e com um ataque que só foi vencido pela grande atuação de um goleiro: Vanderlei fez ao menos três milagres para confirmar o triunfo do Santos por 2 a 1, na manhã deste domingo, em plena Arena Grêmio, em Porto Alegre. O técnico Renato Gaúcho destacou a agressividade de sua equipe, mas lamentou os gols pedidos.

"Gosto de futebol agressivo. O Grêmio é grande por isso, busca o gol. Tenho esse pensamento que, quanto mais próximo do gol, mais próximo da vitória. Aí entra a coragem do treinador. Respeito todo mundo. O Grêmio tem coragem, sou corajoso, gosto de ver minha equipe para frente. Nem sempre vai vencer", afirmou o treinador.

O Grêmio criou 24 chances de gols, contra apenas oito do Santos. Número que foi destacado por Renato Gaúcho. "Futebol é bola na rede. Demos duas bobeiras no primeiro tempo. Contra um time de qualidade como o Santos não pode dar esse tipo de bobeira. Buscamos o tempo todo, coloquei bastante a equipe para frente, principalmente no segundo tempo. Mesmo com bastante atacantes, mantivemos o padrão, organizados o tempo todo. Criamos, mas infelizmente a bola não quis entrar", declarou.

Everton também analisou a atuação gremista e garantiu que foi um dia em que "nada deu certo". O atacante foi o único a conseguir furar a defesa do Santos, mas tarde para buscar o empate - o gol saiu apenas aos 47 minutos do segundo tempo. Eduardo Sasha e Felipe Jonatan marcaram para o Santos.

"Nessa manhã, nada deu certo para a gente. Dois lances que não costumamos errar. Depois o Vanderlei fazendo grandes defesas. Paciência, está só começando. Tem muita coisa para acontecer. Tentamos furar o bloqueio do Santos, só conseguimos na parte final. Se tivesse saído mais cedo, poderíamos buscar o empate", analisou o atacante.

O Grêmio buscará reação já nesta quarta-feira no confronto diante do Avaí, marcado para as 19h15, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O clube catarinense também perdeu na estreia - 2 a 1 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.