Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Renato Gaúcho diz esperar por 'dois ou três reforços' para o ataque do Grêmio

Setor teve baixas de Everton Cebolinha, vendido ao Benfica, e André na última semana

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2020 | 23h27

Mesmo com a vitória do Grêmio sobre o Fluminense, por 1 a 0, neste domingo à noite, na abertura do Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho confirmou que o clube está atrás de reforços para o ataque. Nesta semana, Everton Cebolinha foi negociado com o Benfica, de Portugal, e André teve seu contrato rescindido.

"Infelizmente, no futebol tem as notícias que saem de dentro do clube e que não deveriam sair daqui de dentro. Eu já falei que precisamos de dois ou três atacantes. Mas vai ser difícil de competir com o pessoal lá fora, mas vamos continuar buscando. Um deles seria o Everaldo, ex-Fluminense, que acabou indo para o Japão. Nós precisamos de um elenco forte porque além do Brasileiro nós vamos ter jogos pela Copa do Brasil e pela Copa Libertadores. E todo jogo será decisivo", comentou.

O técnico avaliou como positiva a estreia da equipe. "O time foi bem, lutou e buscou a vitória. Mas mudei um pouco o time e escalei os jogadores que estavam em boas condições físicas. E isso vai ser normal daqui para a frente com jogos seguidos, de fim de semana e meio de semana. Precisamos ter um elenco forte, porque todos vão ter a chance de jogar."

Renato comentou sobre a presença do experiente Thiago Neves em parte do segundo tempo. "Ele entrou bem, mas é claro que ainda é cedo para falar alguma coisa. Pegamos um time muito bem treinado e jovem. Todo jogador que vem de uma parada muito longa devido uma contusão, precisa voltar devagar. Ele só vinha treinando a parte física e agora precisa retomar a sua melhor condição técnica. Isso só vai acontecer jogando, mas eu pretendo soltar ele aos poucos."

As boas defesas do goleiro Vanderlei, que atravessa grande fase, também arrancaram elogios do técnico. "Ele tem nos salvado porque é um grande goleiro. Ninguém é cotado para a seleção brasileira, se não tiver qualidade. Ele veio do Santos para nos ajudar e tem cumprido bem o seu papel."

A comissão técnica vai aguardar uma parecer dos departamentos físico e médico para analisar os jogadores que vão compor a delegação para o próximo jogo contra o Ceará, quarta-feira, em Fortaleza. Vitor e Matheusinho estão machucados e Jean não foi relacionado para este jogo por problema particular.

"Vamos esperar a revisão médica porque às vezes o jogador sai bem de campo, mas depois acusa alguma lesão. A competição é difícil, com viagens longas e um jogo atrás do outro. Vou conversar com todos para saber das reais condições de cada um", concluiu o técnico.

Para Entender

Brasileirão 2020: onde assistir, premiação, times, calendário e muito mais

Campeonato será finalizado apenas em fevereiro de 2021, em razão do atraso no início da competição, por causa do novo coronavírus

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioRenato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.