Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Renato Gaúcho e Fred manifestam apoio a Arouca

Técnico e atacante do Fluminense mostraram indignação com caso de racismo no Campeonato Paulista

Ronald Lincoln Jr., Agência Estado

07 de março de 2014 | 18h09

RIO - O atacante Fred e o técnico Renato Gaúcho, do Fluminense, se manifestaram em apoio ao volante Arouca, do Santos, que sofreu ofensas racistas de torcedores do Mogi Mirim, na noite de quinta-feira, no Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, após a partida válida pelo Campeonato Paulista.

Durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, Renato Gaúcho, que já treinou Arouca no Fluminense, repudiou os atos dos torcedores do Mogi. "O Arouca é muito bom jogador, tenho ele como grande amigo também. O que não pode é virar uma bola de neve. Eu fico muito triste, não só por que é com o Arouca. Na Europa, também acontece isso. É lamentável", disse o técnico.

Por meio de uma rede social, Fred relembrou episódios recentes de racismo no futebol e pediu punição para os autores dos insultos. "Muito triste ver atos racistas e discriminatórios como os que aconteceram nos últimos dias contra o Tinga (do Cruzeiro), o árbitro Márcio Chagas (num jogo do Campeonato Gaúcho) e agora o Arouca, que é um cara tão bacana. Lamento muito e só espero que as pessoas que insistem em agir dessa forma sejam punidas com muito rigor", defendeu o atacante.

O Fluminense, já classificado para as semifinais do Campeonato Carioca, volta a jogar no domingo, contra o Duque de Caxias, em Volta Redonda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.