Renato Gaúcho exalta vitória sobre melhor defesa

Depois de dois tropeços seguidos, o Grêmio voltou a sentir o gosto da vitória ao bater o Corinthians, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. Após o jogo, o técnico Renato Gaúcho exaltou o resultado e lembrou da dificuldade em furar a defesa alvinegra, a melhor da competição.

AE, Agência Estado

17 de outubro de 2013 | 09h41

"No primeiro tempo a marcação do Corinthians não deixava nossos jogadores pensarem. No intervalo, tirei o Bressan para colocar um jogador de qualidade no meio. O Maxi deu outra dinâmica, começou a tomar conta do jogo. Está todo mundo de parabéns. A gente venceu uma equipe que tem a melhor defesa do campeonato, é campeã do mundo", comentou Renato.

O resultado fez o Grêmio voltar ao segundo lugar, pelo menos provisoriamente, até o Botafogo entrar em campo nesta quinta-feira diante do Vitória, em Salvador. E o triunfo veio graças a um gol de Barcos, que voltou a marcar após mais de um mês de jejum.

"Fico feliz pelo Barcos, por ter voltado a fazer um gol, um gol bonito. Isso vai dar tranquilidade para ele. Ele é um jogador que ajuda bastante, preocupa o adversário. Quando ele mais precisa é a hora de você dar moral, dar carinho e bancar", disse o treinador, exaltando o gol do argentino, o primeiro sofrido pelo Corinthians em cinco partidas.

E Renato Gaúcho aproveitou o gol feito por Barcos para lembrar a todos que não aceitará nenhum tipo de pressão por mudanças na equipe. "Quando a imprensa critica um jogador meu, ou o torcedor, não vai mudar minha cabeça. Eu respeito a imprensa, o torcedor, mas quem manda no time sou eu."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.