Renato Gaúcho minimiza vantagem na final do Gauchão

Renato Gaúcho adotou um discurso cauteloso nesta terça-feira. Após o treino, o técnico pediu para que os jogadores do Grêmio esqueçam a vantagem conquistada no jogo de ida da final do Campeonato Gaúcho. O time gremista venceu por 3 a 2, no Beira-Rio, e joga por um empate no Olímpico, no próximo domingo.

AE, Agência Estado

10 de maio de 2011 | 21h04

"A vantagem tem que ser esquecida. Temos 90 minutos pela frente e vamos fazer de conta que não temos vantagem. Mas temos que ter entrega, independente da equipe que vamos usar, do esquema que vamos utilizar. A vantagem, nós só vamos administrar no finalzinho do jogo", pregou o treinador.

Com problemas para escalar o Grêmio, Renato Gaúcho fez mistério e disse que vai esperar pelos médicos do clube antes de definir os titulares da decisão. "Hoje é terça-feira ainda. Vamos aguardar o departamento médico pra saber com quem eu vou poder contar. E, a partir daí, eu vou formar o esquema. Mas a forma como vamos jogar, [só vou anunciar] na hora do jogo", comentou.

Por enquanto, o treinador só está certo quanto às ausências de Fernando e Escudero, suspensos, e aos retornos de Adílson e Willian Magrão. O primeiro cumpriu suspensão na primeira final, enquanto o segundo está recuperado de lesão.

As dúvidas estão na defesa. O zagueiro Rodolfo sentiu uma lesão na partida de ida e precisou ser substituído durante o jogo. Seu companheiro de zaga, Vilson, apresentou dores musculares e também será reavaliado antes do jogo de domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioRenato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.