Renato Gaúcho mostra apreensão com mau futebol do Flu

Técnico espera que grupo não repita contra o Vasco a atuação desta quarta-feira pela Libertadores

Agência Estado,

10 de abril de 2008 | 18h53

A derrota para o Arsenal, por 2 a 0, na quarta-feira, na Argentina, não mudou a situação do Fluminense na Copa Libertadores, pois continua na liderança do Grupo 8, mas deixou a comissão técnica apreensiva pela forma como o time se apresentou, muito aquém do esperado. Isso porque o time já tem uma partida decisiva neste sábado contra o Vasco, pela semifinal da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. E a vaga para a final do turno será decidida nesse confronto. Ao contrário das semifinais do Campeonato Paulista, disputadas em jogos de ida e volta. O técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, criticou a atuação do time e disse que o mau desempenho não pode ser repetido contra o Vasco, que teve a semana inteira apenas para se dedicar aos treinamentos. "É claro que são situações diferentes, mas não podemos cometer erros infantis." Apesar do protesto de Renato, ele não quis culpar o volante Ygor, responsável direto pelo segundo gol do Arsenal. "Todos estiveram mal." Para Renato Gaúcho, a maior dificuldade nesta reta final de Campeonato Carioca está no ataque. O Fluminense perdeu dois de seus principais reforços para o setor: Dodô sofreu fratura facial e está afastado e Leandro Amaral continua impedido pela Justiça de atuar pelo clube tricolor. Para piorar, na última rodada da competição, Washington sofreu lesão no tornozelo esquerdo, que pode deixá-lo fora do clássico. Nesta quinta, ele treinou com bola, mas sua situação ainda é indefinida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.