Renato Gaúcho pede desculpas pela queda do Vasco

Abatido treinador anuncia que não permanecerá no clube do Rio de Janeiro na próxima temporada

Agencia Estado

07 de dezembro de 2008 | 20h51

Muito abatido, Renato Gaúcho foi lacônico em sua entrevista coletiva após a derrota para o Vitória por 2 a 0, que rebaixou o Vasco para a Série B do Campeonato Brasileiro neste domingo. O técnico praticamente apenas pediu desculpas pela queda do time carioca e anunciou que não permanecerá no clube na próxima temporada. Veja também:Vasco perde por 2 a 0 para o Vitória e define queda à Série B Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão "Quero pedir desculpas à torcida do vasco. Cada um tem sua consciência. Agora é preciso ver onde errou, consertar os erros. O clube tem que ser grande. Espero que as pessoas aprendam com os erros", afirmou. O treinador praticamente pediu demissão durante a entrevista coletiva. "Meu compromisso com o Roberto [Dinamite, presidente do Vasco] era até o dia 7 [de dezembro] e não conversamos mais sobre o assunto. Se fosse para continuar no Vasco, teria que ser do meu jeito. Tem muita coisa errada."Renato Gaúcho admitiu que cometeu erros nas 13 partidas em que dirigiu o Vasco no Brasileirão. "Tenho minha parcela de culpa, mas vocês foram testemunhas de que procurei evitar a queda. Não vou culpar ninguém. É hora de quem ficar ter humildade, arregaçar as mangas e recolocar o Vasco no seu lugar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.