Nabor Goulart/AP
Nabor Goulart/AP

Renato Gaúcho promete multar Borges e vê 'infantilidade'

Atacante do Grêmio foi expulso depois de dar uma cotovelada no rival, ainda no 1.º tempo

AE, Agência Estado

27 de abril de 2011 | 08h52

Após ver o Grêmio perder por 2 a 1 para a Universidad Católica, na noite da última terça-feira, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, o técnico Renato Gaúcho prometeu aplicar uma multa ao atacante Borges. O jogador foi expulso logo aos 34 minutos do primeiro tempo, depois de dar uma cotovelada em um rival, quando o time gaúcho já perdia por 1 a 0. O comandante condenou de forma veemente a atitude do atleta.

"Eu acho que um jogo tão importante como esse da Libertadores, com estádio lotado, você não pode ter uma infantilidade desta forma. O jogo já é difícil por si próprio, já é difícil você jogar 11 contra 11 e, de repente você perde um jogador ainda no primeiro tempo. É lógico que as coisas se complicam, como se complicaram", lamentou o treinador, para em seguida confirmar a aplicação da multa, cujo valor não foi anunciado.

"A multa ela é certa. Os valores (que serão descontados do salário), o jogador que é expulso, quando ele comete um erro, ele sabe dos valores, que chegam. É um caso especial também, mas amanhã (quarta-feira), de cabeça fria, eu vou conversar com a diretoria e a gente resolve isso", acrescentou o comandante.

Por causa da derrota por 2 a 1, o Grêmio será obrigado a buscar uma vitória por 2 a 0 no confronto de volta, na próxima quarta-feira, no Chile, já que tomou dois gols em sua casa. Um triunfo por placar mínimo só servirá se a equipe gaúcha marcar ao menos três gols.

Renato, porém, acredita que o time gremista ainda está vivo na disputa por um lugar nas quartas de final e, antes disso, já mira a conquista do título estadual, fato que poderá ser concretizado se a equipe vencer o Internacional, no próximo domingo, no Beira-Rio, na decisão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Como foi campeão do primeiro turno, o Grêmio terá a chance de levantar a taça por antecipação.

"O futebol ele te dá uma chance de, a cada três, quatro dias, você se recuperar da partida anterior. Então domingo nós vamos buscar o título e depois vamos pensar no segundo jogo da Libertadores", disse o treinador, para depois enfatizar que "nada está perdido" no mata-mata contra a Universidad Católica.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Grêmio 1 x 2 Universidad Católica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.