Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho recebe coroa e brinca: 'Estou cansado de dar volta olímpica'

Técnico e ídolo do Grêmio conquistou, com o título do Gaúcho de 2019, sua 6ª taça em 30 meses

Redação, Estadão Conteúdo

18 de abril de 2019 | 09h50

Renato Gaúcho comemorou na noite da última quarta-feira o seu sexto título em 30 meses como treinador do Grêmio. Não é à toa que técnico vem sendo chamado de "Reinato" pelos torcedores, tanto que foi presenteado com uma coroa azul durante a entrevista coletiva.

Assim que André converteu a cobrança que deu o título gaúcho ao Grêmio, Renato Gaúcho invadiu o gramado para comemorar a conquista com os jogadores e torcedores. Na saída do campo, o treinador brincou: "Esse título vai para o meu grupo, para nossa torcida. Esse grupo é maravilhoso. Estou cansado... cansado de dar a volta olímpica".

Após receber um banho de água, champanhe e farinha dos jogadores, Renato Gaúcho concedeu uma coletiva bastante divertida com direito a alguns goles na bebida alcoólica.

"Na segunda-feira já deixei tudo programado. Pedi 500 latinhas de cerveja, pró-seco e champanhe. Agora aqueles abusados (jogadores) estão lá e nós aqui falando com vocês (jornalistas). Pedi isso porque confio demais nesse grupo e tinha certeza que a gente seria campeão", disse o treinador.

Desde que chegou ao Grêmio em setembro de 2016, Renato Gaúcho conquistou seis títulos: dois do Gauchão, um da Recopa Gaúcha, um da Copa do Brasil, um da Copa Libertadores e um da Recopa Sul-Americana. O treinador dividiu o mérito com os jogadores.

"É normal acontecer em qualquer parte do mundo uma desavença, uma briga com jogador. Mas estou aqui há 30 meses e não tive problema com ninguém. Temos um grupo maravilhoso. Em 30 meses conquistados seis títulos. Daqui a pouco estamos no livro dos recordes", afirmou Renato Gaúcho.

Agora, todas as atenções estão voltadas para a Copa Libertadores, competição pela qual o Grêmio entra em campo na próxima terça-feira, contra o Libertad, no Paraguai. Só a vitória interessa ao time gaúcho na briga por uma vaga nas oitavas de final. Na terceira colocação do Grupo H, o Grêmio tem quatro pontos, dois a menos que a vice-líder Universidad Católica.

"Esse título dá uma moral muito grande, porque a gente tem um jogo importantíssimo no Paraguai. Mas vamos curtir bastante até sexta-feira a tarde, porque é muito difícil ser campeão".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.