Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Renato Gaúcho reconhece que Grêmio jogou abaixo da média contra Novo Hamburgo

Tricolor gaúcho precisará marcar gols para chegar à final do estadual

Estadao Conteudo

17 de abril de 2017 | 09h06

O técnico Renato Gaúcho admitiu que o Grêmio jogou abaixo da média no empate por 1 a 1 contra o Novo Hamburgo, neste domingo, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, no primeiro duelo da semifinal do Campeonato Gaúcho. "A nossa equipe não jogou tão bem quanto nos outros jogos. Mas é uma partida de 180 minutos. Os primeiros 90 foram jogados. No próximo domingo, temos mais 90 minutos. Estou tranquilo. Dificuldades se encontra, ainda mais contra a melhor equipe do campeonato", comentou.

O Grêmio saiu na frente do placar com um gol de Ramiro. Mas não conseguiu segurar o resultado e levou o empate com Juninho, em uma bomba sem chances de defesa para o goleiro Marcelo Grohe. Por conta do gol fora de casa, Renato Gaúcho reconheceu que o Novo Hamburgo está em vantagem para ir à final.

"A única vantagem que o Novo Hamburgo tem é jogar pelo 0 a 0. De que forma vão se comportar? Não sei. Mas minha equipe precisa se comportar diferente. Independente da vantagem, é uma vantagem sim. Mas o Grêmio faz gols em todos os jogos, confio plenamente no meu grupo", finalizou o treinador.

O Grêmio agora volta as atenções para a Copa Libertadores. Nesta quinta-feira, visitará o Guaraní, do Paraguai, pela terceira rodada do Grupo 8. No domingo, às 19 horas, visitará o Novo Hamburgo.

A outra semifinal está sendo disputada entre Internacional e Caxias. No último sábado, o time colorado venceu por 1 a 0 no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e agora joga por um empate no jogo de volta, também no domingo, em Caxias do Sul (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.