Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Renato Gaúcho terá de driblar vários desfalques para superar Sport no Brasileirão

Técnico treina equipe gaúcha sem sete jogadores para a partida na Arena Grêmio, às 16h

Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2017 | 07h34

Driblar os desfalques devido às ausências provocadas por lesões, convocações para as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 e negociações de jogadores será o principal desafio do técnico Renato Gaúcho para montar o Grêmio que enfrentará o Sport, neste sábado, às 16 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, no complemento da 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador do time tricolor gaúcho perdeu nos últimos dias os atacantes Pedro Rocha (negociado com o Spartak Moscou, da Rússia), Miller Bolaños (equatoriano que foi emprestado por um ano para o Tijuana, do México), o meio-campista Lincoln (emprestado ao Rizespor, da Turquia), além do volante Maicon (que passará por cirurgia no tendão de Aquiles) e o meia Douglas (que voltou a sentir dores no joelho esquerdo operado).

Para completar a lista de desfalques, o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira e o zagueiro Pedro Geromel, que se recuperam de lesões, fizeram apenas trabalhos físicos nesta sexta-feira no CT Luiz Carvalho, na capital gaúcha. Ambos não estão entre os relacionados para o duelo contra os pernambucanos, assim como Luan e Lucas Barrios, que defendem Brasil e Paraguai, respectivamente, no qualificatório sul-americano para o Mundial da Rússia.

Diante de tantos problemas, Renato Gaúcho decidiu usar o bom humor ao ser questionado, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, sobre qual solução deverá utilizar para a montagem da equipe que segue em busca dos títulos do Brasileirão e da Copa Libertadores nesta temporada. O técnico até comparou as baixas em seu plantel à operação Lava Jato da Polícia Federal e do Ministério Público. "É a Lava Jato do Sul. Fazer o quê? São coisas que ocorrem no futebol", brincou.

O fato é que todos desfalques obrigarão o treinador a mexer no time e até alterar o sistema de jogo que tem colocado em prática ao longo do ano. Uma das mudanças poderá ser a entrada de Léo Moura, lateral-direito de origem, como um meia ofensivo. Everton e Fernandinho também poderão ganhar uma vaga entre os titulares.

O Grêmio ocupa o segundo lugar do Brasileirão, com 40 pontos. Uma vitória sobre o Sport fará com que a diferença para o líder Corinthians, que tem 50, caia para apenas sete.

Tudo o que sabemos sobre:
GrêmiofutebolGrêmioRenato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.