Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Renato lamenta atuação ofensiva e vê rivais jogarem 'Copa do Mundo' contra Grêmio

"Neste tipo de jogo, tem que estar mais concentrado na definição para fazer o gol, e naturalmente fazer com que o adversário se abra"

Estadão Conteúdo

21 de maio de 2018 | 10h10

O técnico Renato Gaúcho não escondeu o seu descontentamento com o fato de que esperava uma vitória do Grêmio sobre o lanterna Paraná no jogo que terminou empatado por 0 a 0, neste domingo, em Curitiba, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador lamentou a atuação ofensiva do seu time, que com o resultado ficou na oitava posição da tabela da competição, com nove pontos.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Para o comandante, faltou mais calma aos jogadores de frente para concluir as oportunidades de gol construídas. "Quando cria, tem que aproveitar. Tivemos três ou quatro chances claríssimas e não fizemos o gol. Neste tipo de jogo, tem que estar mais concentrado na definição para fazer o gol, e naturalmente fazer com que o adversário se abra", ressaltou Renato, em entrevista coletiva.

Ao mesmo tempo, porém, o técnico exibiu irritação com a postura muito defensiva do Paraná, que "jogou apenas para não tomar o gol", na sua opinião. E ele acredita que os adversários gremistas estão encarando a sua equipe como se estivessem disputando partidas de "Copa do Mundo", em uma análise meio confusa ao fazer alusão ao torneio cuja próxima edição começará no dia 14 de junho, na Rússia.


"Se o Paraná jogar dessa forma contra todo mundo, poderá brigar com uma tranquilidade maior contra a segunda divisão. Já tivemos experiências assim. Não pode o adversário do Grêmio jogar de uma forma, fazer uma Copa do Mundo contra o Grêmio, e contra outros, jogar de outra forma. O mais importante é fazer a nossa parte", analisou.


Após o empate em Curitiba, o Grêmio voltará a campo na quarta-feira, contra o Defensor Sporting, do Uruguai, às 19h15, em Porto Alegre, pela rodada final do Grupo A da Copa Libertadores. Já garantido nas oitavas de final, o time tentará se manter na ponta da chave, na qual está com 11 pontos, apenas um à frente do Cerro Porteño, vice-líder e também já assegurado na próxima fase, que recebe o eliminado Monagas-VEN, em Assunção, no Paraguai, no mesmo horário na quarta-feira.


Pelo Brasileirão, o próximo compromisso dos gremistas será no domingo, contra o Ceará, às 19 horas, no Castelão, em Fortaleza, em uma das partidas que fecham a sétima rodada da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.