Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Renato minimiza discussão com Cuesta e lamenta 'falta de capricho' do Grêmio

Técnico se desentendeu com colorado após dividida do zagueiro com volante gremista

Redação, Estadão Conteúdo

14 de abril de 2019 | 20h22

A exibição do Grêmio no primeiro jogo da final do Campeonato Gaúcho, neste domingo, deixou o técnico Renato Gaúcho satisfeito. Para ele, só faltou capricho na hora do último passe para o time vencer o Internacional no Beira-Rio - o clássico terminou 0 a 0.

"Faltou um pouco de capricho no último passe. A gente poderia ter saído daqui com a vitória. Foi um bom Gre-Nal, bem disputado, as duas equipes tiveram boas oportunidades. Final é assim mesmo", resumiu Renato.

O segundo jogo da final será nesta quarta-feira, na Arena do Grêmio, e quem vencer vai ser o campeão. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. Renato não considera o Grêmio favorito mesmo atuando diante do seu torcedor.

"Não tem favorito por jogar em casa. Gre-Nal não existe favorito. A gente precisa ter no mínimo a mesma disposição para buscar o resultado que nos interessa. É difícil? É difícil, mas vamos ter o apoio da torcida", ressaltou o treinador.

Aos 46 minutos do primeiro tempo, Renato se desentendeu com Victor Cuesta após uma dividida do zagueiro do Inter com o volante Matheus Henrique. O bate-boca foi minimizado pelo treinador na sua entrevista coletiva.

"A discussão faz parte do jogo. Vocês (jornalistas) não querem discussão no Gre-Nal? Já que não teve em campo, teve uma ali do lado de fora. Faz parte gente, é Gre-Nal. Ele (Cuesta) é um grande jogador, um grande zagueiro e quarta a gente se encontra de novo na Arena", desdenhou Renato.

O Grêmio chega no segundo jogo da final ainda sem saber o que é derrota no Gaúcho. Além disso, o time só sofreu um gol em 16 partidas realizadas até agora. Pode ser campeão invicto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.