Renato muda a defesa para jogo no Rio

O técnico do Vasco, Renato Gaúcho, na tentativa de quebrar o jejum de seis jogos sem vitórias, optou por modificar a defesa da equipe, além de armar uma formação defensiva para a partida contra o Figueirense, nesta quarta-feira, às 16 horas, em São Januário. O confronto é válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro e foi um dos 11 jogos anulados por causa do escândalo da ?Máfia do Apito?. Por deficiência técnica, o zagueiro Vergara perdeu a vaga de titular para Anderson do Ó. Ao saber que havia saído do time, o jogador reclamou, mas o técnico do Vasco não quis polemizar. ?O treinador não é burro de tirar da equipe um jogador que está atuando bem. A saída do Vergara foi uma opção minha?, disse o técnico do Vasco, que desmentiu a versão de que uma briga entre Romário e o zagueiro chileno o tivesse motivado a tomar a decisão. ?Até porque tenho a defesa mais vazada do campeonato e preciso tomar providências?. Além de Anderson do Ó, outro jogador que conquistou a posição de titular foi o meia Róbson Luis. Ele atuou contra o Goiás no lugar de Abedi, que cumpriu suspensão. Com a volta do atleta, Osmar deixará o meio-de-campo e Róbson Luis permanecerá na equipe. Empatado com Robson, do Paysandu, na liderança da artilharia do Brasileiro, com 18 gols, Alex Dias tentou buscar um aspecto positivo por precisar realizar um novo jogo contra o Figueirense ? no primeiro confronto, o Vasco havia vencido por 2 a 1. ?É ruim porque já tínhamos esses três pontos na conta e, agora, teremos que jogar novamente. Mas jogamos em casa e temos a obrigação de vencer novamente?, falou Alex Dias. ?E é até uma oportunidade que tenho de fazer mais gols na competição?.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2005 | 19h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.